Warning: Cannot modify header information - headers already sent by (output started at /home/camacarinoticias/public_html/app/imprimir.php:9) in /home/camacarinoticias/public_html/conf/config2.php on line 17

Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cookie - headers already sent by (output started at /home/camacarinoticias/public_html/app/imprimir.php:9) in /home/camacarinoticias/public_html/conf/config2.php on line 35

Warning: session_start() [function.session-start]: Cannot send session cache limiter - headers already sent (output started at /home/camacarinoticias/public_html/app/imprimir.php:9) in /home/camacarinoticias/public_html/conf/config2.php on line 35
Oposição pressiona e STT suspende multas | Camaçari Notícias

Oposição pressiona e STT suspende multas

Escrito por: CN com Assessoria de Comunicação - Camaçari-

Após tomar conhecimento de que a Junta Administrativa de Recursos de Infrações (JARI), setor responsável pelo julgamento de recursos contra penalidades de trânsito, esteve sem presidente de janeiro a abril deste ano, o vereador Jackson Josué (PT) solicitou a suspensão das multas emitidas pela Superintendência de Trânsito e Transporte (STT) no referido período.

De acordo com o parlamentar a solicitação foi feita baseada no Art 285 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), o qual determina que a JARI tem 30 dias para julgar o recurso e o não cumprimento deste prazo implica na suspensão da penalidade aplicada, conforme solicitamos. "A Junta estava sem presidente e consequentemente não estava julgando os recursos", explicou o vereador.

Em resposta ao ofício enviado por Jackson à STT, o órgão informou que de 1° de janeiro a 30 de abril foram aplicadas 5.713 multas e, deste total foram concedidos 567 efeitos suspensivos. As suspensões foram concedidas para aqueles que deram entrada no recurso e o mesmo não foi julgado no tempo devido.

"Foi necessário nos manifestarmos publicamente, através de redes sociais e em sessões da Câmara Municipal, para que enfim o direito dos condutores fosse respeitado", pontuou o vereador Jackson.