Salvador

Salvador pode amanhecer quarta-feira (23) sem ônibus nas ruas

Escrito por CN com Assessoria de Comunicação em 21 de Maio de 2018
[Salvador pode amanhecer quarta-feira (23) sem ônibus nas ruas]

Tentativa de conciliação mediada pelo MPT termina sem avanço e greve está confirmada

Terminou sem avanços a reunião de conciliação mediada pela Superintendência Regional do Trabalho e Ministério Público do Trabalho, na manhã desta segunda-feira (21), entre trabalhadores rodoviários baianos e Sindicato das empresas de transporte. Uma nova reunião está agendada para esta terça-feira (22), às 9h, na sede da SRT. Nesta terça-feira, uma assembleia às 15h, no Ginásio de Esportes dos Bancários – Ladeira dos Aflitos, avaliam as propostas que possam ser colocadas na conciliação e definem se Salvador amanhece a quarta-feira (23) sem ônibus nas ruas.

 

Na reunião o patronal não apresentou nenhuma contraproposta - mesma posição adotada nos mais de 50 dias da campanha salarial - e não aceitou a proposta colocada na mesa pela superintendente Gerta Schultz que, entre outros pontos, pede a manutenção das conquistas anteriores.

"Manter essa intransigência significa greve geral por tempo indeterminado", declara o presidente do Sindicato dos Rodoviários da Bahia, Helio Ferreira. O presidente destaca que a SRT teve boa vontade, colocou uma proposta na mesa, mas não contempla cláusulas econômicas. "É preciso avançar nesse aspecto para evitar a greve".

Os trabalhadores, que reivindicam 6% de reajuste, chegaram a apresentar uma outra proposta reduzindo o percentual para 5%. "Fizemos isso em nome da paz e do compromisso com o usuário, e na tentativa de destravar as negociações, mas os patrões continuam no zero. Sem reajuste não tem acordo e a alternativa é a greve".

Mesmo com a reunião de conciliação agendada para o período da manhã, a categoria segue com o calendário de preparação da greve. Nesta terça-feira, uma assembleia às 15h, no Ginásio de Esportes dos Bancários – Ladeira dos Aflitos, avaliam as propostas que possam ser colocadas na conciliação e definem se Salvador amanhece a quarta-feira (23) sem ônibus nas ruas.

 

Compartilhe!